COPENHAGUE (Reuters) - Os Estados Unidos e a Rússia estão muito perto de fecharem um novo pacto de redução de armas nucleares, disse o presidente norte-americano, Barack Obama, nesta sexta-feira. Obama se reuniu com seu colega russo, Dmitry Medvedev, durante a cúpula climática da Organização das Nações Unidas (ONU) em Copenhague, na Dinamarca.

"Temos feito um avanço excelente", disse Obama sobre as conversas de redução de armas. "Estamos muito perto de um acordo".

Obama acrescentou estar confiante de que o pacto será fechado em breve.

"Nossas posições estão muito próximas", disse Medvedev, acrescentando que detalhes técnicos ainda precisam ser discutidos.

Ambos conversaram rapidamente com jornalistas após o encontro.

As duas maiores potências mundiais tentam acertar um novo acordo que substitua o tratado de redução de armas estratégicas (Start-I), assinado em 1991, o maior acordo para reduzir armas nucleares da história.

A Rússia pediu na quinta-feira por procedimentos de verificação mais simples para a redução dos arsenais nucleares, enquanto Washington insistiu querer um acordo que funcione para ambos os países.

(Reportagem de Jeff Mason)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.