EUA e Paquistão se reúnem em meio a críticas por ataques em região tribal

Islamabad, 17 set (EFE).- O chefe do Estado-Maior das Forças Armadas americanas, almirante Mike Mullen, se reuniu hoje em Rawalpindi com seu colega paquistanês, Ashfaq Kiyani, em meio às fortes críticas das autoridades do Paquistão aos EUA pela onda recente de ataques na região tribal, informou a emissora Geo TV.

EFE |

Mullen chegou ontem à noite a Islamabad em visita surpresa e deixará o país provavelmente ainda hoje, após encontrar-se também com o primeiro-ministro paquistanês, Yousef Raza Guilani, em sua residência oficial, informaram à Agência Efe fontes oficiais.

"A visita não estava prevista e se ajusta às circunstâncias", explicou à Efe o porta-voz do Exército, Athar Abbas.

Nas últimas semanas, aumentou a freqüência dos ataques contra supostos alvos insurgentes em território paquistanês por parte das forças americanas destacadas no Afeganistão.

Guilani voltou a exigir ontem o fim imediato da violação do território paquistanês, e defendeu a capacidade do Exército do país de controlar a situação em seu território.

Além disso, as Forças Armadas reiteraram ontem que responderão com fogo a qualquer incursão estrangeira. EFE gb/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG