EUA e China devem assinar acordo climático em novembro

PEQUIM (Reuters) - Os Estados Unidos e a China devem assinar um novo acordo bilateral para combater a mudança climática durante a visita do presidente Barack Obama a Pequim em novembro, disse a senadora Maria Cantwell nesta sexta-feira. Cantwell, que está em Pequim para discutir energia limpa e propriedade intelectual com autoridades chinesas, afirmou que o acordo entre os dois maiores emissores de dióxido de carbono do mundo também ajudaria a trazer confiança para os esforços de redução do aquecimento global.

Reuters |

"Se você produz 40 por cento de emissões --que é o que a China e os Estados Unidos produzem juntos--, imagine o legado, imagine que grande relacionamento você pode criar ao dizer o que esses dois grandes países se apressaram a fazer", disse.

Obama visitará a China em novembro, e o clima está no topo da agenda junto com a economia global e a Coreia do Norte.

Um mês depois, líderes mundiais se reúnem em Copenhague para definir os detalhes de um novo pacto climático global. Cantwell disse, no entanto, que um amplo acordo bilateral entre EUA e China será mais fácil de se obter.

(Reportagem de David Stanway)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG