EUA e China concluem diálogo bilateral analisando crises mundiais

Washington, 16 dez (EFE) - O subsecretário de Estado americano, John Negroponte, e o conselheiro de Estado chinês, Dai Bingguo, abordaram na sexta rodada do diálogo estratégico entre os países assuntos da agenda bilateral, regional e internacional, informaram hoje fontes oficiais dos Estados Unidos.

EFE |

Entre os temas debatidos pelo representante do Departamento de Estado americano e Dai Bingguo estão as tensões surgidas no sul da Ásia entre Índia e Paquistão, após o atentado terrorista em Mumbai, o descumprimento das resoluções do Conselho de Segurança da ONU por parte do Irã e a crise humanitária no Zimbábue.

Negroponte e o conselheiro de Estado chinês também trocaram pontos de vista sobre assuntos bilaterais em matéria de defesa e sobre a não-proliferação nuclear, direitos humanos e a estabilidade na Ásia, incluindo os recentes desenvolvimentos nas conversas de seis lados para a desnuclearização da Coréia do Norte.

A China participa, junto a EUA, Rússia, Coréia do Sul e Japão, do diálogo nuclear com Pyongyang, que ficou de novo estagnado, depois da recente reunião das partes em Pequim, onde a Coréia do Norte se negou a elaborar e assinar um protocolo de verificação.

Quanto aos direitos humanos, os EUA expressaram várias vezes sua preocupação com as violações aos mesmos que ocorrem na China e aproveita cada reunião com as autoridades chinesas para reiterar a importância de respeitá-los.

A sexta rodada do diálogo estratégico terminou na segunda-feira à noite com um jantar no qual Negroponte e Bingguo comemoraram as conquistas alcançadas entre os dois países desde que estabeleceram relações diplomáticas há quase 30 anos, segundo um comunicado do Departamento de Estado dos EUA. EFE cae/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG