EUA dizem que referendo venezuelano foi democrático

Washington, 17 fev (EFE).- Os Estados Unidos afirmaram hoje que o referendo que aprovou a emenda que permite a reeleição ilimitada na Venezuela se desenvolveu dentro dos princípios democráticos.

EFE |

"O plebiscito aconteceu em um processo totalmente democrático, apesar de algumas informações preocupantes sobre intimidações aos opositores (...) Mesmo assim, em geral foi um processo que se desenvolveu dentro dos princípios democráticos", disse o porta-voz adjunto interino do Departamento de Estado, Gordon Duguid, em sua entrevista coletiva diária.

No entanto, a Casa Branca não quis se aprofundar nos comentários sobre o referendo da Venezuela.

"Este é um assunto dos venezuelanos (...) não tenho qualquer opinião sobre as práticas democráticas da Venezuela. Nos Estados Unidos, temos limites aos mandatos, mas esta é nossa prática", acrescentou.

O porta-voz explicou que os Estados Unidos "sempre tentaram manter uma boa relação com a Venezuela", e assegurou que Washington continuará nessa linha.

A Venezuela aprovou com 54,85% de apoio uma reforma constitucional para eliminar a limitação constitucional de uma reeleição para os cargos públicos escolhidos pelo voto popular, o que permitirá ao presidente Hugo Chávez voltar tentar seu terceiro mandato consecutivo em 2012. EFE cae/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG