EUA dizem que pó enviado a embaixadas é inócuo

Washington, 17 dez (EFE).- Os Estados Unidos afirmaram hoje que o pó branco enviado em envelopes a 14 das 15 embaixadas americanas na Europa é uma substância inócua, de acordo com os testes realizados.

EFE |

"Houve análises iniciais e todos deram resultado negativo", assinalou o porta-voz adjunto do Departamento de Estado, Robert Wood, em sua entrevista coletiva diária.

Os EUA dispõem de 14 resultados até o momento, já que ainda esperam o da embaixada de Haia.

Wood não pôde confirmar se o pó se tratava de farinha, como disseram alguns veícuplos de imprensa na Espanha.

As embaixadas americanas que receberam envelopes suspeitos foram as de Berlim, Berna, Bruxelas, Bucareste, Copenhague, Dublin, Luxemburgo, Madri, Oslo, Paris, Riga, Roma, Estocolmo, Tallinn e Haia, de acordo com o Departamento de Estado.

O porta-voz também não pôde se referir aos possíveis motivos dos remetentes dos envelopes suspeitos.

Os remetentes dos envelopes são, em todos os casos os mesmos, e os selos procedem do Texas, segundo o FBI.

As embaixadas americanas no exterior não são as únicas que receberam envelopes suspeitos nos últimos dias.

Segundo um comunicado do FBI, desde a segunda-feira passada, 8 de dezembro, cartas com uma nota e pó branco foram enviadas a escritórios de mais de 40 governadores em todo o país.

Os testes da substância tiveram o mesmo resultado que os das embaixadas. Todas as cartas levavam selos do Texas.

De acordo com a imprensa local, também foram enviados nesta semana envelopes com o mesmo padrão a escritórios da Guarda Nacional e da Reserva militar em 36 estados.

Segundo relatório do Departamento de Segurança Nacional (DHS), 51 pacotes continham discos com informação anti-guerra e um incluía pó suspeito.

O pó, enviado em um pacote sobre a sede da Guarda Nacional em Draper (Utah), foi analisado e o resultado indica que ele não é tóxico.

Neste caso, todos os envelopes levavam selos postais do Tennessee. EFE cai/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG