EUA dizem que Irã quer enviar armas para talibãs afegãos

O Governo dos Estados Unidos tem informações de que o Irã planeja enviar nas próximas semanas uma nova carga de armas para o Afeganistão que acabaria nas mãos do talibã, segundo um funcionário do Departamento de Defesa americano.

EFE |

Citando a fonte, o canal de televisão "CNN" diz que a informação vem de "uma fonte iraniana" que já tinha dado pistas sobre envios de armas do Irã para o Afeganistão em ocasiões anteriores e que tinham sido verificados pelo Governo americano.

"Há indícios de que os iranianos aumentaram sua atividade" no Afeganistão, relatou a fonte do Pentágono.

No entanto, outro funcionário do Governo americano ressaltou que o Irã fornece apenas "provisões limitadas de armas ao talibã" que "não são suficientes para criar grandes problemas às forças da coalizão".

O funcionário lembrou também que o Irã, de maioria xiita, e o talibã, sunita, quase entraram em guerra no final dos anos 90. Por isso, não interessaria a Teerã ser uma importante fonte de fornecimento de armas para os insurgentes.

O chefe do Estado-Maior Conjunto dos EUA, Mike Mullen, disse esta semana a jornalistas no Afeganistão que estava "desconcertado" e surpreso quando soube do envio de um carregamento de armas do Irã para a província afegã de Kandahar, uma das mais violentas do país.

O Irã negou que esteja apoiando grupos que lutam contra o Governo afegão, mas tropas americanas e da coalizão viram armas iranianas no Afeganistão após atentados ou em carregamentos interceptados, diz a "CNN".

"Isso nos leva a pensar que há envios constantes (de armas) do Irã para o Afeganistão", apontou a fonte.

O armamento iraniano incluiria granadas, foguetes e explosivos.

EFE cae/bba

    Leia tudo sobre: euairã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG