EUA dizem que Cuba não deve dominar Cúpula das Américas

Washington, 6 abr (EFE).- Os Estados Unidos acreditam que seria infeliz que a política em relação a Cuba dominasse a 5ª Cúpula das Américas, mas estão abertos a discuti-la com seus aliados, afirmou hoje assessor da Casa Branca para a reunião, Jeffrey Davidow.

EFE |

Em entrevista coletiva para informar sobre a reunião presidencial que será realizada com 34 países, de 17 a 19 de abril, em Trinidad e Tobago, Davidow, assinalou que nesse encontro "há muitos temas importantes" a abordar.

"Achamos que seria infeliz se Cuba se tornasse o tema principal.

Há muitos assuntos muito importantes, como a inclusão social, o meio ambiente, a economia e a segurança pública", explicou.

Ele afirmou, porém que o Governo americano não evitará o tema de Cuba se os demais países presentes o levantarem, Davidow disse que Obama não falar do processo de revisão da política americana para Havana.

Barack Obama dirá a seus colegas, se lhe perguntarem por sua posição sobre Cuba, que seu Governo continua avaliando como pode ajudar a construir uma sociedade democrática na ilha, ressaltou o assessor. EFE cai/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG