decisões sobre relação com Honduras - Mundo - iG" /

EUA dizem que avaliam futuras decisões sobre relação com Honduras

Washington, 5 jan (EFE).- O Governo dos Estados Unidos disse hoje que avalia decisões sobre sua relação com Honduras e pediu o estabelecimento nesse país de um Governo de união nacional antes da posse de Porfirio Lobo, o presidente eleito nas eleições de novembro.

EFE |

Durante uma entrevista coletiva, Philip Crowley, porta-voz do Departamento de Estado americano, disse que os EUA trabalham com líderes de diversos setores de Honduras, incluindo Lobo, para a formação de um Governo de união nacional e o estabelecimento de uma comissão da verdade.

As declarações de Crowley coincidem com a chegada a Tegucigalpa do subsecretário de Estado adjunto americano para a América Latina, Craig Kelly, para uma visita de dois dias.

O objetivo de Kelly é agilizar "o processo (do acordo) Tegucigalpa-San José", disse Crowley.

O subsecretário adjunto foi enviado a Honduras para "comunicar claramente às diversas partes que ainda há coisas que Honduras tem que fazer", explicou o porta-voz.

Segundo Crowley, para os EUA, as eleições presidenciais de novembro em Honduras foram um passo à frente, mas não o suficiente.

"Ainda há passos que Honduras tem que tomar. Os comentários do presidente eleito Lobo nos animam, mas estamos ali para continuar agilizando este processo, não só para 27 de janeiro", dia de sua posse, observou Crowley.

O porta-voz disse que os EUA precisam tomar algumas decisões sobre a natureza de sua relação com Honduras e a "natureza da assistência" a esse país no futuro.

Segundo Crowley, a meta dos EUA é ajudar Honduras a superar as tensões ocasionadas após o golpe de Estado que derrubou o presidente Manuel Zelaya em 28 de junho de 2009. EFE mp/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG