Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

EUA devolvem ao Iraque mais de mil antiguidades importadas ilegalmente

Washington, 15 set (EFE) - O Governo dos Estados Unidos informou hoje que concluiu a devolução ao Iraque de 1.046 antiguidades do patrimônio cultural iraquiano que tinham sido importadas ilegalmente pelo país.

EFE |

Os objetos, recuperados em quatro investigações realizadas desde 2001, foram entregues hoje ao embaixador iraquiano nos EUA, Samir Shakir Mahmood Sumaida'ie, durante uma cerimônia especial na sede dessa representação diplomática.

A diretora do Escritório de Imigração e Alfândegas (ICE) dos EUA, Julie Myers, afirmou em comunicado que os artefatos devolvidos hoje "representam uma herança incalculável e fazem parte do legado do povo iraquiano".

"Estes tesouros não são lembranças que possam ser vendidas ao melhor lance. Os Estados Unidos estão comprometidos em trabalhar com o Iraque e outros países para assegurar que as antiguidades culturais sejam preservadas para futuras gerações", acrescentou.

Entre os objetos históricos recuperados pelas autoridades americanas figuram tabuletas de argila com escritura cuneiforme, uma figura religiosa extraída de um templo sumério e moedas com imagens de antigos imperadores.

Uma das peças, uma figura de um deus talhada em cobre que data de 2.400 a.C. e está avaliada em US$ 100 mil, tinha sido leiloada pela casa Christie's em Nova York.

A ICE, encarregada de investigar o contrabando de antiguidades no mercado internacional, informou que remanescentes de antigas tabuletas cuneiformes, confiscadas por autoridades alfandegárias dos Estados Unidos em 2001, foram recuperadas dentre as ruínas das Torres Gêmeas.

As autoridades da ICE trabalham em conjunto com as do Escritório de Alfândegas e Proteção de Fronteiras (CBP), que, em algumas ocasiões, descobrem este tipo de objetos em passagens fronteiriças ou postos de controle alfandegário. EFE mp/db

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG