Montevidéu, 13 jul (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, declarou hoje em Montevidéu que o Comando Sul dos Estados Unidos foi o principal responsável pelo golpe de Estado ocorrido em Honduras no mês de junho.

Em entrevista coletiva durante uma visita oficial ao Uruguai, o presidente boliviano disse que "sobram documentos" que relatam a intervenção americana em Honduras.

"Talvez Obama não saiba isto, mas a estrutura do império continua em vigor. O que teria que ocorrer na Bolívia no ano passado, que foi um golpe civil, agora está acontecendo em Honduras. É uma agressão, uma provocação", disse Morales.

O chefe de Estado boliviano assinou hoje um documento junto com o presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, segundo o qual os dois não reconhecerão "nenhuma autoridade surgida da situação de ruptura da ordem constitucional" em Honduras. EFE amr/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.