EUA detêm suposto membro das forças iranianas por tráfico de armas no Iraque

Bagdá, 19 nov (EFE).- O Exército americano deteve um suposto alto cargo das Brigadas Al Quds, dependentes da Guarda Revolucionária iraniana, acusado de tráfico de armas no Iraque, anunciou hoje o comando militar dos Estados Unidos.

EFE |

Em comunicado, o Exército americano afirmou que a detenção aconteceu na terça-feira, quando o suspeito tentava sair do Iraque através do aeroporto internacional de Bagdá.

O detido trabalhava em uma instituição encarregada de reconstruir os templos religiosos no Iraque e utilizava o cargo para introduzir armas ilegalmente em território iraquiano.

A nota explica também que o detido transportava as armas nos caminhões destinados a levar material de construção que entravam no Iraque de maneira legal.

Os soldados americanos encontraram também cocaína com o suspeito, acrescentou o texto, sem especificar a quantidade de droga encontrada.

As forças americanas detiveram, em junho de 2007, outros cinco iranianos durante uma operação na cidade de Erbil, no norte do Iraque, que também estariam relacionados às forças Al Quds iranianas, acusadas por Washington de treinar e armar as milícias no Iraque. EFE ah/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG