EUA detêm 14 supostos membros da Al Qaeda no Iraque

Bagdá, 5 set (EFE).- O Exército americano anunciou hoje a detenção de 14 supostos membros da rede terrorista Al Qaeda no Iraque em várias operações na cidade de Mossul, que fica 400 quilômetros ao norte de Bagdá.

EFE |

Segundo um comunicado militar, entre os detidos está um dirigente da organização relacionado com as operações da rede terrorista em Mossul.

De acordo com a nota americana, o detido, cujo nome não foi revelado, supervisionava todos os ataques nesta zona do país e dava conselhos aos combatentes.

Junto a ele foram detidos vários ativistas relacionados com o financiamento da Al Qaeda na localidade, que tem maioria sunita.

"Não há nenhum esconderijo seguro para Al Qaeda no Iraque", assegurou o porta-voz do Exército americano John C. Hall, citado no comunicado.

Em outra nota, o comando militar dos EUA anunciou a detenção, ontem, de um importante membro de uma "rede criminosa" na localidade de Beiji, 180 quilômetros ao norte de Bagdá.

O comunicado, que não dá mais detalhes, se limita a explicar que o suspeito poderia ser o dirigente de uma célula terrorista que opera em uma população próxima à refinaria de petróleo de Beiji.

O Exército americano anunciou nas últimas semanas a detenção de centenas de pessoas no norte do Iraque supostamente vinculadas com a rede terrorista Al Qaeda. EFE am/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG