EUA destinaram US$ 18 milhões para destruir armas no Afeganistão

Washington, 26 jan (EFE).- O Governo americano destinou US$ 18 milhões no ano passado para o programa de destruição de armas convencionais e minas no Afeganistão, informou hoje o Departamento de Estado dos Estados Unidos.

EFE |

Em comunicado, o departamento explicou que os recursos permitiram que várias organizações internacionais e ONG's destruíssem ou assegurassem explosivos abandonados e munição que poderiam colocar em risco a população.

A coleta destes explosivos também evitou que os insurgentes os reutilizasem para construir bombas nas estradas ou outros artefatos explosivos improvisados com os quais costumam cometer atentados contra as tropas da coalizão e as organizações internacionais.

O Escritório de Extração e Redução de Armas da Agência de Assuntos Políticos e Militares do Departamento de Estado foi o encarregado de fornecer os US$ 18 milhões ao Programa de Destruição de Armas Convencionais no Afeganistão, que o Governo americano financia desde 1993.

O programa visa a proteger as vítimas dos conflitos registrados no Afeganistão desde a invasão soviética de 1979.

Desde que o Governo americano começou a financiar este programa, foram destinados US$ 95 milhões para eliminar armas convencionais e dar assistência às vítimas das minas antipessoais. EFE elv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG