EUA descartam derrubar foguete da Coreia do Norte

LOS ANGELES - Os Estados Unidos descartam derrubar o foguete que a Coreia do Norte pretende lançar em breve e se limitará a adotar represálias usando novas sanções, informou hoje o diário americano Los Angeles Times.

Redação com agências |

O porta-voz do Pentágono, Geoff Morrell, reiterou que os EUA contam com a capacidade de destruir o suposto míssil em pleno voo, mas funcionários do Departamento de Defesa disseram não pensar em fazer isso, ainda segundo o jornal.

De acordo com as mesmas fontes, Washington aumentará as pressões diplomáticas sobre Pyongyang e impulsionará mais restrições internacionais financeiras e comerciais em resposta ao previsto lançamento.

O secretário de Defesa dos EUA, Robert Gates, já havia dito no domingo passado que a derrubada do míssil é uma opção "pouco provável".

A Coreia do Norte ameaçou responder caso EUA ou Japão atrapalhem o lançamento do que diz ser apenas um satélite.

"Provocação"

A Coreia do Sul e o Japão dizem que o lançamento é um teste disfarçado de um míssil de longo alcance Taepodong-2, projetado para ser capaz de carregar uma ogiva até o território dos EUA. No único teste feito até o momento, em 2006, esse míssil explodiu pouco após o lançamento.

Os Estados Unidos dizem que o lançamento violaria uma resolução do Conselho de Segurança da ONU, que exige que a Coreia do Norte suspenda todas as atividades relacionadas a seu programa de mísseis balísticos.

Leiam mais sobre: Coreia do Norte

* Com EFE e Reuters

    Leia tudo sobre: coréia do norte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG