EUA deportam ao México homem acusado de matar 19 pessoas

México, 24 ago (EFE) - As autoridades americanas deportaram ao México um homem acusado de matar 19 pessoas e considerado membro do cartel dos Arellano Félix (Tijuana), informou hoje a Procuradoria Geral da República (PGR). Jesús Rubén Moncada, conhecido como El güero loco, é acusado de matar 19 pessoas em 17 de setembro de 1998 em um rancho da localidade mexicana de Ensenada, entre elas cinco menores. Moncada, de 33 anos, fugiu aos Estados Unidos, onde foi localizado e detido. Assim que as autoridades determinaram que seu status migratório no país era regular, deram início à sua deportação.

EFE |

Ao atravessar a fronteira, Moncada foi preso pela Polícia Federal.

O detido, considerado parte do cartel dos irmãos Arellano Félix, um dos mais violentos do México, deu entrada na penitenciária de Hongo em Tijuana e foi colocado à disposição de um juiz sob as acusações de crime organizado, homicídio e seqüestro. EFE jrp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG