Madri, 23 out (EFE).- O subsecretário de Estado americano para o Oriente Médio, David Welch, afirmou hoje em Madri que a iniciativa marroquina de dar autonomia ao Saara Ocidental é uma proposta que precisa ser seriamente considerada e convidou a Frente Polisário a apresentar outra proposta criativa.

Após conversar com o ministro de Relações Exteriores espanhol, Miguel Ángel Moratinos, Welch disse aos jornalistas que tinha abordado numerosas questões, como o processo de paz palestino-israelense, a estabilização do Líbano e a situação no Magrebe.

O secretário se mostrou satisfeito com o entendimento com o Governo da Espanha, e afirmou que a Frente Polisário é quem "deve apresentar suas propostas" no marco das conversas patrocinadas pela ONU para desbloquear o conflito na ex-colônia espanhola.

"Queremos que a negociação avance", disse.

Welch disse que se o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, propuser um americano como mediador, será "bom" ter um diplomata com experiência na região como Cris Ross, que pode ser "muito objetivo".

"Estamos promovendo a participação da Frente Polisário na nova rodada de negociações e espero que seja fixada uma data em breve", afirmou.

O secretário disse que, embora os EUA não sejam parte direta nas negociações, o país entende a proposta marroquina de autonomia para o Saara Ocidental como a "iniciativa mais substancial em certo tempo".

Welch afirmou que a Al Qaeda está sendo derrotada no Iraque e explicou que há regiões, como o Magrebe, onde se requer uma resposta conjunta contra o aumento da ameaça terrorista.

Apesar das relações políticas dos EUA com os países do norte da África serem boas, Welch defendeu uma melhora no diálogo entre as nações da região e pediu a participação européia. EFE alf/rb/plc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.