conferência sobre compaixão - Mundo - iG" /

EUA: Dalai Lama abre conferência sobre compaixão

O Dalai Lama abriu nesta sexta-feira uma conferência sobre a compaixão, na cidade americana de Seattle (oeste), mas evitou falar sobre a situação no Tibete, em sua primeira viagem ao exterior desde o início da repressão chinesa no território tibetano.

AFP |

O líder espiritual, de 72 anos, se dirigiu a uma multidão de aproximadamente 8.000 pessoas na Universidade de Washington, no primeiro dia de sua conferência "Sementes de Compaixão".

Falando para uma platéia completamente envolvida em suas palavras, o Dalai Lama afirmou que o objetivo de sua conferência de cinco dias é promover a paz e "fomentar uma sociedade com a mente sã".

"Ninguém quer problemas, mas os problemas acontecem por causa de nossos pontos de vista equivocados e nossas ações equivocadas", disse. "Nos próximos dias, vamos conversar sobre essas coisas. É uma oportunidade de aprendizado para todos nós".

A única referência aparente ao Tibete surgiu através do organizador da conferência, Dan Dranzler, que declarou: "eu poderia dizê-lo pessoalmente, o mundo sabe a verdade".

Embora os organizadores da conferência tenham dito que o objetivo da visita do Dalai Lama não é político, grupos próximos ao líder não descartaram reuniões com políticos americanos.

O Dalai Lama deixará Seattle na terça-feira, para participar de outras conferências, na Universidade de Michigan, nos dias 19 e 20 de abril, e na Universidade Colgate, do estado de Nova York, no dia 22.

O Tibete viveu no mês passado os maiores protestos dos últimos anos contra o governo chinês, no aniversário da revolta fracassada que terminou com o exílio do Dalai Lama, em 1959.

str/ap/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG