EUA criticam ocupação de aeroportos na Tailândia

Washington, 28 nov (EFE).- O Governo dos Estados Unidos expressou hoje sua preocupação com a situação na Tailândia e opinou hoje que a ocupação dos aeroportos de Bangcoc não é uma forma apropriada de protestos.

EFE |

"Os EUA se preocupam profundamente com ad ações da Aliança do Povo para a Democracia na ocupação dos aeroportos internacional e nacional de Bangcoc", afirmou um comunicado do Departamento de Estado americano.

Os manifestantes ameaçaram iniciar uma revolta popular se os corpos de segurança usarem a força por ordem do Governo da Tailândia, que está no norte do país e tenta negociar uma desocupação pacífica.

"Apesar de respeitarmos o direito à liberdade de expressão, a ocupação de um aeroporto não é um meio apropriado de protesto", acrescentou o Governo americano. "Pedimos à Aliança que abandone pacificamente os aeroportos", acrescentou.

Na Tailândia, um dos dirigentes da Aliança do Povo para a Democracia, Chamlong Srimuang, advertiu que os cidadãos se levantarão contra o Executivo e "ninguém poderá controlar as massas enfurecidas" caso haja uma ação de força por parte da Polícia ou dos soldados, ou os líderes dos protestos sejam detidos.

O comunicado do Governo dos EUA expressou a esperança de "que esta situação possa ser resolvida sem violência e de acordo com a lei". EFE jab/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG