EUA criticam libertação de criador da bomba atômica paquistanesa

Washington, 6 fev (EFE).- Os Estados Unidos qualificaram hoje de infeliz a decisão do Tribunal Superior de Islamabad de libertar da prisão domiciliar o cientista Abdul Qadeer Khan, conhecido como o pai da primeira bomba atômica paquistanesa.

EFE |

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, se mostrou "muito preocupada" com esta notícia, em uma breve aparição junto com a presidente das Filipinas, Gloria Macapagal Arroyo, com quem se reuniu hoje.

"Consideramos que Khan continua sendo um risco. O apoio de Khan ao Irã e à Coreia do Norte teve um impacto prejudicial para a segurança internacional e também terá nos próximos anos", afirmou pouco antes o diretor do Escritório de Imprensa do Departamento de Estado, Gordon Duguid.

A Justiça turca atribui a libertação à falta de provas apresentadas contra Khan pelas acusações de contribuir para a proliferação nuclear. No entanto, ele terá de informar às autoridades seus movimentos dentro do país.

No dia 12 de janeiro, o Governo dos EUA emitiu sanções econômicas contra 13 pessoas e três empresas privadas por seus supostos vínculos com a rede de proliferação nuclear de Khan.

De acordo com o Departamento de Estado, Khan liderou uma extensa rede internacional que promoveu a proliferação de tecnologia nuclear e o conhecimento sobre a mesma, e constituiu um ponto de referência de informação e aquisições para os países que buscavam desenvolver armas atômicas.

Segundo o Governo americano, ele e seus parceiros forneceram ao Irã e à Líbia componentes para centrífugas, planos para sua criação e, em alguns casos, centrífugas completas.

Washington acredita que Khan e seus parceiros também facilitaram planos, equipamentos e tecnologia à Coreia do Norte.

Khan foi posto sob prisão domiciliar em 2003 e, em fevereiro de 2004, confessou na TV que tinha revelado segredos nucleares ao Irã, Líbia e Coreia do Norte. EFE cae/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG