Washington, 11 mar (EFE).- O Governo dos Estados Unidos criticou hoje em seu relatório anual sobre direitos humanos as restrições às liberdades de expressão, reunião e associação que existem na Venezuela e em Cuba, e também em certo grau na Colômbia.

O departamento de Estado, que entregou hoje o documento ao Congresso americano, destaca que as autoridades cubanas seguem aplicando "severas limitações" a estes tipos de liberdade, enquanto o governo venezuelano perseguiu "ativamente" opositores políticos e meios de comunicação privados no ano passado. EFE.

cai/id

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.