EUA continuam ofensiva para informar cidadãos das medidas contra gripe suína

Washington, 3 mai (EFE).- O Governo dos Estados Unidos continua hoje com sua ofensiva para informar e explicar aos cidadãos as medidas que tomou para combater a gripe suína, e prevenir que se transforme em um surto mais amplo, enquanto o número dos afetados continua em alta.

EFE |

O tema dominante hoje nos programas de domingo é a doença e a resposta do Governo perante esse novo vírus, que afetou por enquanto 160 pessoas em 21 estados dos EUA.

A secretária de Saúde, Kathleen Sebelius, a titular do Departamento de Segurança Nacional, Janet Napolitano, e o diretor interino do Centro para o Controle e Prevenção de Doenças (CDC, em inglês), Richard Besser, irão aos cinco principais programas políticos das maiores redes americanas.

Falarão sobre a resposta do Governo contra a gripe suína nas cadeias "ABC", "CBS", "CNN", "FOX" e "NBC".

Mais tarde, o CDC realizará sua entrevista coletiva diária desde sua sede em Atlanta (Geórgia) para informar sobre os últimos dados e a evolução do vírus.

Segundo os últimos números disponíveis da Organização Mundial da Saúde (OMS), pelo menos 658 pessoas foram contagiadas até agora pelo vírus da gripe em 16 países.

A OMS também assegurou que a transmissão sustentada do vírus continua restrita à América do Norte (México e EUA), e manteve seu nível de alerta mundial no nível 5 (de uma escala de 6). EFE cae/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG