WASHINGTON (Reuters) - O Tesouro dos Estados Unidos congelou nesta quinta-feira os ativos de um empresário colombiano que supostamente faz lavagem de dinheiro para as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). O Tesouro afirmou que José Cayetano Melo Perilla, colombiano que mora na Costa Rica, é traficante de drogas e um importante contato financeiro para as Farc.

"Ainda que as ações recentes do governo colombiano tenham abalado significativamente as Farc, elas continuam a ser o principal traficante de narcóticos fora da Colômbia", disse Adam Szubin, diretor do departamento do Tesouro para o controle de ativos estrangeiros, em comunicado.

O Tesouro também congelou os ativos de quatro companhias comandadas por Melo Perilla: uma empresa de hidropônicos baseada na Colômbia, uma produtora de tomates na Costa Rica, uma imobiliária e construtora na Venezuela e um estacionamento comercial em Bogotá. Cidadãos e empresas dos Estados Unidos estão agora proibidos de fazer qualquer acordo com Melo Perilla ou com essas quatro companhias.

(Reportagem de Alister Bull)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.