EUA confirmam mais de 2.500 casos de gripe H1N1

WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos têm 2.532 casos confirmados da nova gripe H1N1 em 44 Estados, com três mortes, afirmou neste domingo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças do país. No sábado, o CDC (na sigla em inglês) contava 2.254 casos confirmados, com 104 pessoas internadas em hospitais.

Reuters |

Funcionários do serviço público de saúde do Estado de Washington informaram no sábado que um homem de cerca de 30 anos e com problemas cardíacos morreu por causa do vírus na semana passada. Foi a primeira morte atribuída à nova gripe no Estado.

Ainda que a maior parte dos casos pareça ser suave, com a mesma letalidade de uma gripe comum, a nova variedade da doença tem 48 mortes confirmadas no México, três nos Estados Unidos, um no Canadá e uma na Costa Rica.

Ela já se espalhou para o hemisfério sul, onde a temporada de gripe está começando, e pode se misturar com os vírus da gripe em circulação ou com o H5N1 da gripe aviária para criar novas variedades, de acordo com especialistas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG