WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos têm 2.532 casos confirmados da nova gripe H1N1 em 44 Estados, com três mortes, afirmou neste domingo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças do país. No sábado, o CDC (na sigla em inglês) contava 2.254 casos confirmados, com 104 pessoas internadas em hospitais.

Funcionários do serviço público de saúde do Estado de Washington informaram no sábado que um homem de cerca de 30 anos e com problemas cardíacos morreu por causa do vírus na semana passada. Foi a primeira morte atribuída à nova gripe no Estado.

Ainda que a maior parte dos casos pareça ser suave, com a mesma letalidade de uma gripe comum, a nova variedade da doença tem 48 mortes confirmadas no México, três nos Estados Unidos, um no Canadá e uma na Costa Rica.

Ela já se espalhou para o hemisfério sul, onde a temporada de gripe está começando, e pode se misturar com os vírus da gripe em circulação ou com o H5N1 da gripe aviária para criar novas variedades, de acordo com especialistas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.