EUA confirmam 109 infectados com gripe suína em 11 Estados

WASHINGTON - O Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC, em inglês) dos Estados Unidos informou nesta quinta-feira que o número de casos de gripe suína registrados e confirmados no país aumentou para 109, distribuídos em 11 Estados.

EFE |


Clique aqui para ver o infográfico


A maior concentração de casos está em Nova York, com 50, seguido do Texas (26) e da Califórnia (14), entre eles um marine da base de Twentynine Palms, onde cerca de 30 militares permanecem em quarentena.

A primeira vítima fatal nos Estados Unidos foi uma criança de dois anos de origem mexicana que morreu no Texas.

No fim de semana passado, o governo americano declarou estado de "emergência de saúde pública", e o CDC recomenda manter as pautas de higiene básicas, como cobrir o rosto ao tossir e lavar as mãos frequentemente, para evitar que a doença se espalhe.

Após identificada a cepa da doença, o governo já começou o processo para elaborar uma vacina contra este tipo de gripe.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) elevou o nível de alerta pandêmico pela gripe suína ao nível cinco, de uma escala até seis, diante da expansão do vírus, que já afeta pelo menos a dez países.

De acordo com os mais recentes dados disponíveis, o número confirmado de pessoas infectadas com a gripe suína no México, país onde começou o foco, é de 99, das quais oito morreram.

Leia também

Entenda a gripe suína

Gripe suína no Brasil

Gripe suína e a economia

Leia mais sobre: gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG