EUA condenam morte de diretora de órgão de proteção a mulher no Afeganistão

Washington, 29 set (EFE).- Os Estados Unidos condenaram hoje o assassinato de uma policial cometido neste domingo por membros de um grupo talibã na província de Kandahar, no Afeganistão.

EFE |

Robert Wood, porta-voz do Departamento de Estado americano, identificou a vítima como a tenente-coronel Malalai Kakar, diretora do Departamento de Crimes contra a Mulher na província de Kandahar.

O filho da oficial ficou gravemente ferido no ataque.

"Esse crime horrível é o último exemplo do ataque deliberado dos talibãs contra agentes da Polícia do Afeganistão que lutam com valentia para reconstruir e dar segurança a seu país", disse Wood.

"Rendemos um tributo ao compromisso e ao sacrifício de Malalai Kakar e a todos os agentes da Polícia Nacional Afegã que trabalham para um Afeganistão pacífico, democrático e seguro", acrescentou.

EFE ojl/fr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG