EUA condenam atentado no Líbano e apóiam instituições do país

Washington, 13 ago (EFE).- Os Estados Unidos condenaram hoje o atentado contra um ônibus na cidade libanesa de Trípoli, no qual 11 pessoas morreram e 54 ficaram feridas, e demonstraram seu apoio às instituições do país.

EFE |

"Os EUA condenam o atentado cometido hoje em Trípoli, dirigido contra civis e os que trabalham para proteger a população libanesa e assegurar a independência e a soberania" da nação, disse o porta-voz adjunto e interino do Departamento de Estado americano, Robert Wood.

O ataque foi cometido com uma bomba aparentemente acionada à distância, e que explodiu a poucos metros de um ônibus cheio de militares.

Em nome do Governo dos EUA, o funcionário americano disse esperar que os autores do atentado sejam levados à Justiça e apresentou seus pêsames às Forças Armadas libanesas e às famílias dos soldados e civis mortos na explosão.

O "Líbano viu muitos ataques como este, cometidos por aqueles que preferem que o Líbano seja um lugar de medo e instabilidade", disse Wood.

O porta-voz acrescentou que os EUA apóiam "firmemente" o papel das Forças Armadas libanesas de "legítimo defensor da segurança do Líbano" e ressaltou o compromisso americano de "continuar apoiando o Governo libanês, suas instituições democráticas e seus serviços de segurança". EFE elv/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG