Os Estados Unidos condenaram neste sábado o atentado contra o hotel Marriott de Islamabad, que deixou ao menos 60 mortos, e manifestaram seu apoio ao governo paquistanês, segundo o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, Gordon Johndroe.

"Os Estados Unidos condenam fortemente os ataques terroristas que ocorreram em Islamabad hoje", disse Johndroe. "Isto é um alerta da ameaça que todos enfrentam. A América apoiará o governo democraticamente eleito do Paquistão enquanto enfrentarem este desafio", disse Johndroe, acrescentando que Bush se mantém informado pelo assessor de segurança nacional Stephen Hadley.

"O presidente Bush oferece suas sinceras condolências às famílias que perderam alguém no feroz atentado de hoje".

O departamento de Estado americano disse mais cedo que mantinha contato com a embaixada dos Estados Unidos em Islamabad sobre a explosão e apurava se algum cidadão americano foi atingido.

Entre os 60 mortos no ataque, realizado por um terrorista suicida, há mulheres, crianças e estrangeiros, segundo membros da segurança local.

mdl/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.