EUA condena série de atentados contra peregrinos xiitas no Iraque

Washington, 5 fev (EFE).- Os Estados Unidos condenaram hoje a série de atentados contra peregrinos xiitas registrada no Iraque e afirmou que os ataques são censuráveis e refletem a imoralidade cínica dos terroristas, que querem obstaculizar o progresso democrático nesse país.

EFE |

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, assinalou em comunicado que os autores dessas ações "não terão sucesso e não conseguirão quebrar a vontade (democrática) dos iraquianos".

"Atentar contra homens, mulheres e crianças que participam de uma peregrinação religiosa é censurável e reflete a imoralidade cínica de terroristas que querem substituir o progresso duramente ganhado pelos iraquianos através da violência e da intimidação", afirmou.

Hillary assegurou que os iraquianos querem avançar em seu processo democrático e destacou que "não há uma resposta melhor aos envolvidos no terrorismo do que este desejo".

A chefe da diplomacia americana fez estas declarações depois que hoje um novo atentado contra peregrinos xiitas no Iraque tirou a vida de 27 pessoas perto da cidade de Karbala, onde se realizava uma importante festa religiosa, em uma semana onde a violência deixou mais de 80 fiéis mortos. EFE cae/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG