EUA condena ataques terroristas no Egito e na Nigéria

Bomba em saída de igreja na Nigéria deixou 21 mortos. Obama disse que autor de ataque não tem respeito à vida

EFE |

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, condenou neste sábado os ataques terroristas no Egito e na Nigéria, e ofereceu ajuda às autoridades dos dois países para responder aos incidentes, segundo um comunicado divulgado neste sábado na Casa Branca.

"Condeno energicamente os ataques com bombas no Egito e na Nigéria", assinalou o líder, e explicou que "o ataque contra uma igreja em Alexandria (Egito) deixou ao menos 21 mortos e dezenas de feridos tanto cristãos quanto muçulmanos".

"Os que perpetraram este ataque o dirigiram, claramente, contra os cristãos e não têm respeito à vida e à dignidade humana", opinou Obama.

O presidente declarou que os responsáveis por "este ato bárbaro e atroz devem ser levados diante da justiça". Outro ataque perto de uma unidade militar em Abuja, Nigéria, deixou quatro pessoas mortas e 13 feridos, quando faltam menos de quatro meses para o pleito geral. "Os massacres de civis inocentes que se reúnem simplesmente para celebrar o começo de um ano novo demonstra, mais uma vez, a visão desagregável dos que realizam esses ataques", sustentou Obama.

    Leia tudo sobre: ataqueegitobarack obamanigéria

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG