EUA começarão a testar vacina contra H1N1 em crianças

WASHINGTON (Reuters) - Resultados de provas feitas em adultos mostraram que os testes da vacina contra o vírus H1N1 podem ser feitos de forma segura em crianças, afirmaram autoridades norte-americanas nesta quarta-feira. O Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos EUA informou que deve começar em breve a testar as vacinas em crianças entre seis meses e 17 anos.

Reuters |

"O comitê de monitoramento de segurança revisou dados de mais de 500 testes em adultos e idosos saudáveis, voluntários, que participaram de três (...) testes de vacinas candidatas. Os testes tiveram início em 7 de agosto", afirmou o instituto em comunicado.

"O comitê não encontrou motivos de preocupação com a segurança nesses testes que pudessem impedir que avançássemos para as provas em crianças", acrescentou.

Um dos testes terá a participação de até 650 crianças entre seis meses e 17 anos em seis cidades dos EUA. Elas receberão injeções pequenas ou grandes da vacina contra o H1N1 em duas doses, com três meses de diferença".

Um segundo teste consistirá em dar a vacina da Sanofi contra o H1N1 antes, depois e ao mesmo tempo da vacina contra a gripe sazonal.

Cinco empresas preparam tanto as vacinas contra o H1N1 quanto as vacinas contra a gripe sazonal para o mercado norte-americano --AstraZeneca, CSL, GlaxoSmithKline, Novartis e a Sanofi.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG