Washington, 18 dez (EFE).- Os Estados Unidos aconselharam Cuba a libertar imediatamente os dissidentes políticos presos na ilha, sem fazer exigência alguma, em referência à troca que o presidente cubano, Raúl Castro, propôs hoje em Brasília, onde disse que trocaria os presos de consciência do país pelos cinco agentes de seu Governo mantidos em centros de detenção americanos.

"Há muito tempo pedimos a Cuba que liberte os presos políticos, e agora recomendamos que isso seja feito imediatamente", disse à Agência Efe Heidi Bronke, porta-voz do Departamento de Estado americano. EFE cai/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.