desproporcional e pedem cessar-fogo - Mundo - iG" /

EUA chamam resposta russa de desproporcional e pedem cessar-fogo

Washington, 9 ago (EFE).- Os Estados Unidos consideraram hoje desproporcional a resposta da Rússia contra a Geórgia, na província separatista da Ossétia do sul, e pediram um cessar-fogo imediato entre as partes.

EFE |

A Rússia lançou uma ofensiva contra a Geórgia, que inclui bombardeios estratégicos e ataques com mísseis balísticos, disse uma fonte oficial, que pediu para não ser identificada.

Além disso, ressaltou que foram identificados ataques em zonas da Geórgia longe da província separatista da Ossétia do Sul, foco do conflito, e onde se concentrou a luta.

"A (Rússia) utilizou os bombardeiros mais potentes de seu arsenal aéreo e lançou ataques com mísseis balísticos em território georgiano", disse o funcionário.

Segundo a fonte, os EUA estão fazendo todo o possível para tentar mediar um acordo e conseguir o cessar-fogo.

"Estamos pedindo um cessar-fogo imediato e a retirada de todas as tropas", assegurou.

Segundo ele, os georgianos estão sendo duramente atacados e, por isso, os EUA estão acelerando todas as gestões diplomáticas para tentar conseguir esse cessar-fogo o mais rápido possível.

"Se a parte russa quer seguir pressionando com o ataque militar, não há muito que os georgianos possam fazer. Estão sendo atacados duramente, por isso temos que confiar na diplomacia", ressaltou.

O porta-voz acrescentou que a Geórgia é um aliado próximo dos americanos e ressaltou que conta com o apoio militar dos EUA.

Perguntado se Washington oferecerá ajuda militar nesta crise, assinalou que por enquanto está se trabalhando só na parte diplomática.

"Não estamos falando de nada além da diplomacia por enquanto", disse.

O presidente americano, George W. Bush, pediu hoje, de Pequim, o cessar-fogo e advertiu que os combates entre as tropas da Geórgia e os separatistas da província da Ossétia do Sul põem em perigo a paz em toda a região. EFE elv/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG