EUA cancelam exercícios navais com Rússia em protesto contra invasão

Washington, 12 ago (EFE).- Os Estados Unidos cancelaram uma série de exercícios navais que devia ser iniciada na sexta-feira, com a Rússia e países da Otan, em protesto contra a invasão russa da Geórgia.

EFE |

Fontes oficiais, que pediram para não ser identificadas, indicaram hoje que a decisão constitui uma prova da desaprovação pelas ações militares da Rússia na Geórgia.

"Não existe como realizar estes exercícios navais conjuntos perante a atual situação de crise", disse um funcionário do Pentágono, citado por meios locais de informação.

A decisão, que não foi anunciada oficialmente, foi tomada em um momento em que os Estados Unidos e seus aliados consideram uma série de medidas para castigar a operação bélica russa contra o país vizinho.

Além de Rússia e Estados Unidos, deveriam participar dos exercícios navais França e Reino Unido.

Esses exercícios, cujo objetivo é aumentar a cooperação em segurança marítima, são realizados todos os anos há uma década, e nele participam cerca de mil soldados dos quatro países. EFE ojl/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG