EUA buscam promover comércio na Cisjordânia e na Faixa de Gaza

Washington, 7 jul (EFE) - O Governo dos Estados Unidos disse hoje que aprovou um projeto de US$ 12 milhões para promover o comércio na Cisjordânia e na Faixa de Gaza através de melhorias na gestão de passagens fronteiriças.

EFE |

O dinheiro faz parte de um programa de três anos que será dirigido pela empresa Chemonics International, com sede nos Estados Unidos, disse em comunicado a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (Usaid).

O chamado "Projeto de Facilitação Comercial" tem como objetivo reduzir os custos de transporte para os exportadores palestinos, ao ajudá-los a preencher os requisitos do Governo israelense no que se refere ao envio e manipulação de pacotes.

Também fornece às autoridades israelenses mais equipamentos para agilizar a inspeção de bens nos postos de controle.

O programa deve incluir um moderno sistema de iluminação das zonas de carga, um melhor rastreamento dos caminhões que se deslocam das fábricas à zona fronteiriça e uma maior vigilância das passagens fronteiriças, segundo a Usaid.

A agência considera que uma melhor capacitação dos palestinos na área de segurança fronteiriça contribuiria para promover a eficácia e cooperação com os israelenses em assuntos de segurança.

Howard Sumka, diretor da Usaid para a zona, disse que a meta é "determinar do que precisarão os palestinos, manter ao mínimo os trâmites burocráticos e promover a transparência nos procedimentos para agilizar" o comércio bilateral. EFE mp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG