EUA avaliam realizar julgamento de supostos envolvidos no 11-9 fora de N.York

Washington, 29 jan (EFE).- As autoridades de Justiça dos Estados Unidos avaliam a possibilidade de não realizar em Nova York os julgamentos dos cinco supostos envolvidos nos atentados terroristas do dia 11 de setembro de 2001, informou hoje a rede de televisão NBC.

EFE |

O procurador-geral, Eric Holder, anunciou em novembro do ano passado que o julgamento contra Khalid Sheikh Mohammed, suposto mentor dos atentados do dia 11-9, e quatro supostos cúmplices, ia ser realizado em um tribunal federal no setor do baixo Manhattan.

Mas agora, funcionários do Departamento de Justiça estudam a possibilidade de que se faça em outra cidade, perante crescentes pressões das autoridades locais e estaduais, além de líderes do Congresso, preocupados pelo alto custo de segurança e as possíveis repercussões políticas.

Duas fontes do Governo Obama, que pediram o anonimato, disseram à "NBC" que o Departamento de Justiça elabora planos sobre possíveis lugares alternativos para o famoso julgamento.

Parte da oposição se deve ao fato de que o tribunal federal fica muito perto da "zona zero" onde as Torres Gêmeas caíram por causa dos atentados.

O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, tinha respaldado o plano de Holder, mas mudou de parecer e agora pede que o julgamento seja transferido para outro lugar. EFE mp/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG