medidas adicionais para pressionar Governo de fato em Honduras - Mundo - iG" /

EUA avalia medidas adicionais para pressionar Governo de fato em Honduras

Washington, 27 ago (EFE).- O Governo dos Estados Unidos disse hoje que conversa com a Organização dos Estados Americanos (OEA) sobre a situação em Honduras e avalia suas opções, como tomar medidas adicionais diante da resistência de Tegucigalpa em permitir o retorno do presidente deposto Manuel Zelaya.

EFE |

Durante uma entrevista coletiva, Philip Crowley, porta-voz do Departamento de Estado americano, não falou diretamente sobre sanções, mas disse que tomarão "algumas decisões nos próximos dias".

Crowley reiterou a postura de Washington é de que o Acordo de San José - que prevê o restabelecimento de Zelaya no poder e eleições antecipadas - é o "processo correto para ajudar a resolver" a crise política em Honduras.

Segundo o porta-voz, a recusa do Governo de fato presidido por Roberto Micheletti a aceitar o acordo para o retorno de Zelaya teve e segue tendo consequências na região.

Crowley lembrou que, como parte das pressões internacionais, a OEA suspendeu Honduras do organismo regional e o Banco Centro-Americano para a Integração Econômica congelou as linhas de crédito do país.

Na terça-feira, o Departamento de Estado anunciou a suspensão, exceto em casos de emergência, da maioria dos vistos para hondurenhos que desejam viajar aos EUA como turistas, estudantes ou empresários, por exemplo, em decisão rejeitada por vários legisladores republicanos. EFE mp/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG