EUA autorizam venda da pílula do dia seguinte a maiores de 17 anos

(corrige título). Washington, 22 abr (EFE).- A agência reguladora de alimentos e remédios dos Estados Unidos (FDA, em inglês) aprovou hoje a venda sem a prescrição médica da pílula do dia seguinte para mulheres com mais de 17 anos.

EFE |

Em agosto de 2006, a FDA já tinha aprovado a venda sem receita a mulheres maiores de 18 anos.

A agência fez o anúncio hoje depois que um tribunal federal ordenou em março que a pílula, conhecida como Plan B, fosse vendida livremente às jovens com mais de 17 anos.

O órgão regulador já notificou à fabricante do Plan B de que pode vender sem receita a pílula a mulheres com 17 anos ou mais.

A pílula é fabricada pela Duramed Research em Bala Cynwyd, no estado da Pensilvânia.

As substâncias contidas no comprimido colocam fim ao desenvolvimento do óvulo fertilizado, e, quando usado até 72 horas depois da relação sexual, pode reduzir o risco de gravidez em quase 90%, segundo a farmacêutica.

Os críticos à pílula afirmam que seus efeitos são equivalentes a um aborto provocado e se opõem à venda livre e sem prescrição médica.

Ao anunciar a ordem, o juiz federal Edward Korman disse que não havia qualquer propósito útil em seguir privando as mulheres de 17 anos de ter acesso à Plan B sem receita. EFE ojl/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG