O homem que matou três pessoas e se matou em uma academia de ginástica da Pensilvânia na terça-feira tinha quatro armas, duas delas semiautomáticas, e munições cuja posse era considerada ilegal até 2004, revelou a polícia nesta quarta-feira.

Segundo Charles Moffatt, chefe da polícia do subúrbio de Pittsbugh, onde aconteceu a tragédia, o autor da matança, George Sodinio, tinha quatro armas, das quais utilizou três: duas pistolas semiautomáticas de 9 milímetros e um revólver calibre 45, com o qual cometeu suicídio.

"Ele tinha munições com carregadores de 30 disparos, cuja posse era ilegal até a suspensão da proibição de armas de assalto, em 2004", explicou Moffatt.

George Sodini, de 48 anos, entrou armado na noite da terça-feira na academia de ginástica que frequentava em um subúrbio de Pittsburgh. Depois de apagar as luzes, abriu fogo contra as alunas de uma aula de dança, matando três delas e ferindo outras nove pessoas. Depois de disparar 36 vezes, tirou a própria vida.

ltl/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.