WASHINGTON (Reuters) - A ordem da Bolívia para expulsão do embaixador dos Estados Unidos no país, Philip Goldberg, é um erro grave, afirmou os Estados Unidos nesta quinta-feira. A ação do presidente Evo Morales é um erro grave que prejudicou seriamente a relação bilateral, afirmou o porta-voz do Departamento de Estado Sean McCormack. Ele afirmou que as acusações de Morales de que Goldberg instigou protestos contra o presidente boliviano são infundadas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.