EUA aprovam decisão israelense de aliviar bloqueio a Gaza

Governo americano pediu que sejam cancelados planos de enviar novas embarcações para evitar "confrontos desnecessários"

EFE |

O Governo dos Estados Unidos apreciou a decisão de Israel, tomada neste domingo, de aliviar o bloqueio à Faixa de Gaza e pediu que sejam cancelados os planos de enviar novas embarcações para evitar "confrontos desnecessários".

"Os EUA acolhem positivamente a nova política para Gaza anunciada pelo Governo de Israel", disse a Casa Branca em comunicado. Mesmo assim, disse que "deve ser feito mais" para melhorar a situação na faixa litorânea, como permitir uma maior liberdade de movimentos e comércio entre Gaza e Cisjordânia.

O conselho de ministros de Israel para assuntos de segurança anunciou neste domingo que permitirá a entrada a esse território de todos os produtos, exceto armas e bens de uso civil e militar. A mudança de política é resultado da pressão internacional após a morte de nove ativistas turcos no final de maio durante o ataque do Exército israelense ao comboio de ajuda humanitária que pretendia romper o bloqueio.

A Casa Branca pediu aos que queiram entregar assistência que o façam "pelos canais estabelecidos, de modo que sua carga possa ser inspecionada e transferida por via terrestre a Gaza".

O Governo israelense disse às Nações Unidas na sexta-feira que se reserva o direito de usar "todos os meios necessários" para evitar que navios com ajuda humanitária tentem romper o bloqueio. Os EUA reiteraram apoio ao direito de defesa de Israel, assim como seu compromisso em ajudar a prevenir a entrada de armas a Gaza.

    Leia tudo sobre: IsraelFaixa de Gazabloqueio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG