EUA apresentam laser mais potente do mundo

Washington, 30 mai (EFE).- A comunidade científica e política dos Estados Unidos lançaram nas últimas horas na Califórnia o laser mais potente do mundo, capaz de reproduzir a intensidade de energia de uma estrela.

EFE |

O governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, e o secretário de Energia, Steven Chu, entre outros, participaram na sexta-feira em San Francisco da apresentação do chamado "National Ignition Facility" (NIF), um laser formado por 192 feixes de luz e com capacidade para conseguir a esperada fusão nuclear.

A fusão nuclear permite liberar quantidades enormes de energia com um consumo muito baixo, além de contar com outras vantagens, como produzir menos radioatividade que a energia nuclear.

Até agora, a fusão nuclear requeria grandes quantidades de energia para ser desencadeada, e só se tinha alcançado mediante bombas nucleares, daí a importância do novo laser.

Na apresentação de ontem do NIF, que tem o tamanho de um estádio, foi explicado o potencial do aparelho mediante um experimento que consiste em dirigir os 192 feixes de luz em direção a uma pequena esfera, do tamanho de uma ervilha e recheada de hidrogênio.

O objetivo é criar no interior da esfera uma pequena explosão termonuclear, no que se alcançaria temperaturas de 100 milhões de graus, como no interior de uma estrela.

Uma fusão nuclear do tipo não tinha sido conseguida até agora na Terra, apesar dos críticos considerarem que a construção do laser, na qual foram investidos US$ 3,5 bilhões, é excessiva. EFE pgp/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG