Secretária americana diz que ações de primeiro-ministro mostram capacidade de líder. "O preço da inatividade teria sido mais alto"

A secretária de Estado americana Hillary Clinton manifestou neste domingo em Atenas o "apoio" dos Estados Unidos ao "povo e ao governo da Grécia", e saudou a "determinação" do primeiro-ministro grego Giorgos Papandreou.

"Apoiamos o povo e o governo da Grécia", disse Hillary à imprensa, acrescentando que os Estados Unidos "apoiam firmemente a determinação do governo de Papandreou em aplicar as reformas necessárias para pôr a Grécia sobre bases saudáveis".

Ao lado de Lambrinidis, Hillary disse que ação de premiê ilustra capacidades de líder
Reuters
Ao lado de Lambrinidis, Hillary disse que ação de premiê ilustra capacidades de líder

Hillary, que estava , afirmou que a ação reformadora do primeiro-ministro, atualmente isolado e enfraquecido em seu próprio país, ilustrava suas capacidades de líder."O preço da inatividade teria sido mais alto", disse a secretária de Estado.

Apesar de uma forte oposição popular, o governo grego conseguiu no final de junho o voto de uma lei que estabelece mais quatro anos de austeridade na Grécia, em troca da quinta parcela de um empréstimo concedido ao país no ano passado pela União Europeia e pelo FMI.

O objetivo é, sobretudo, obter também a elaboração de um segundo plano de ajuda internacional para a Grécia que permita a este país enfrentar a sua dívida, seus déficits e sua profunda recessão, além de evitar uma crise maior na Zona do Euro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.