EUA aplaudem libertação do preso político número um de Belarus

Moscou, 17 ago (EFE).- Os Estados Unidos aplaudiram hoje a libertação do opositor bielo-russo, Aleksander Kozulin, considerado o preso político número um de Belarus e que deixou no sábado a prisão.

EFE |

"É um passo muito importante e esperamos que, após outros passos positivos por parte das autoridades bielo-russas, as relações entre Minsk e Washington melhorem", disse Jonathan Moore, encarregado de negócios dos EUA em Minsk, à agência russa "Interfax".

O diplomata americano disse que os Estados Unidos mantêm abertas as vias de comunicação com as autoridades bielo-russas e defendeu uma melhoria da situação dos direitos humanos no país.

Segundo a fonte, Kozulin foi indultado pelo presidente de Belarus, Aleksander Lukashenko, considerado o "último ditador da Europa" por Washington.

O "preso político número um" de Belarus, como é qualificado pela oposição democrática, não deixou de criticar Lukashenko a partir da prisão e no final de 2006 esteve 53 dias em greve de fome a fim de que os EUA levassem a situação em Belarus perante o Conselho de Segurança da ONU. EFE io/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG