EUA anunciam plano de ajuda de US$ 17,4 bi a montadoras

O governo dos Estados Unidos anunciou nesta sexta-feira a liberação de US$ 17,4 bilhões em empréstimos de emergência ao setor da indústria automobilística americana, uma das maiores vítimas da atual crise financeira global. No meio de uma crise e de uma recessão, permitir que a indústria automotiva americana quebre não é uma decisão responsável, disse o presidente americano, George W.

BBC Brasil |

Bush, em um pronunciamento.

As montadoras vão receber de imediato US$ 13,4 bilhões do pacote de US$ 700 bilhões destinado aos bancos e aprovado em novembro.

Os outros US$ 4 bilhões virão a longo prazo.

Viáveis
O governo americano estabeleceu o dia 31 de março como o prazo para que as montadoras se tornem viáveis.

Na semana passada, o Senado não aprovou uma ajuda de US$ 14 bilhões ao setor, temendo cortes de empregos e uma possível quebra de montadoras.

Todas as montadoras americanas anunciaram que estão reduzindo sua produção por causa da crise.

A Chrysler, a Ford e a GM já haviam alertado várias vezes que teriam que cortar milhões de empregos se o governo não aprovasse uma ajuda ao setor.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG