EUA anunciam medidas para facilitar pagamento de hipotecas

Washington, 11 nov (EFE).- A Administração Federal de Imóveis (FHA, na sigla em inglês) anunciou hoje novas medidas para evitar execuções hipotecárias e permitir que centenas de milhares de proprietários possam pagar seus empréstimos.

EFE |

O plano, no qual participam as firmas Fannie Mae, Freddie Mac e outras empresas hipotecárias, renegociará os termos das hipotecas dos indivíduos com inadimplência de 90 dias ou mais.

O diretor da FHA, James Lockhart, explicou hoje durante coletiva de imprensa a necessidade de implementar as novas medidas.

"Precisamos deter esse espiral", destacou.

Fannie Mae e Freddie Mac - que controlam 31 milhões de hipotecas ou 58% de todos os empréstimos para imóveis de pessoas físicas - autorizarão a redução das taxas de juros, a extensão do empréstimo a um período mais prolongado e o atraso no pagamento da hipoteca.

Lockhard disse que "à medida que os preços das casas caem, a inadimplência no pagamento das hipotecas triplica, não só para as 'subprime' mas também para as hipotecas" altas.

Fora isso, as execuções hipotecárias aumentaram 150% em relação ao número de há dois anos.

"As execuções hipotecárias prejudicam famílias, seus vizinhos, toda a comunidade e o conjunto do mercado imobiliário", frisou Lockhart.

As novas medidas entrarão em vigor no próximo dia 15 de dezembro.

EFE crd/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG