EUA anuncia sanções contra 11 empresas acusadas de ajudar programa nuclear do Irã

O departamento do Tesouro americano informou nesta terça-feira que aplicará sanções contra 11 empresas ligadas a um banco iraniano acusado de ajudar Teerã em seu programa de armamento nuclear.

AFP |

O Melli Bank, maior banco do país, aparece desde 2007 na lista de empresas ativas na proliferação nuclear, e já sofre sanções semelhantes por parte da União Européia e da Austrália.

Todas as 11 companhias - oito das quais possuem sede em Teerã - são filiais do Melli Bank ou têm ligação com suas filiais.

As empresas instaladas fora dos EUA são a Melli Investment Holding International (MEHR), de Dubai (Emirados Árabes Unidos), sua filial MEHR Cayman, com sede nas Ilhas Cayman, e a First Persian Equity Fund, também nas Cayman.

As sanções prevêem a suspensão das atividades e o congelamento dos ativos em território americano, além de proibir qualquer cidadão americano negocie com as companhias.


Leia mais sobre proliferação nuclear

    Leia tudo sobre: proliferação nuclear

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG