EUA anulam sentença de membro da Al Qaeda

Washington, 2 fev (EFE).- Um juiz de apelação dos Estados Unidos anulou hoje a sentença de Ahmed Ressam, um integrante da rede terrorista Al Qaeda que tentou cometer um atentado em Los Angeles em 1999, por considerar que a condenação a 22 anos de prisão é curta demais.

EFE |

O argelino Ressam é conhecido como o "Terrorista do Milênio", já que tentou cometer um atentado no aeroporto internacional de Los Angeles no último dia de 1999.

Segundo o juiz de apelação, situado em San Francisco, a sentença ditada em 2001 por um juiz federal de Seattle para Ressam deveria ser novamente calculada segundo as pautas federais para este tipo de crimes, que recebem penas de 65 anos de prisão.

O caso será enviado para outro juiz de distrito porque, de acordo com o juiz de San Francisco, os 22 anos de prisão estão "muito abaixo das pautas recomendadas para a sentença".

Ressam cooperou com o Governo americano durante quase dois anos fornecendo informações sobre as tarefas de recrutamento e treinamento da Al Qaeda. EFE sid/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG