EUA ameaçam Zimbábue com sanções da ONU

A subsecretária de Estado americana para Assuntos Africanos, Jendayi Frazer, ameaçou o governo do Zimbábue com sanções da ONU, caso não acabe com a crise pós-eleitoral no país, em entrevista à rede britânica BBC.

AFP |

"Se a situação política não mudar, devemos cogitar a possibilidade de impor sanções multilaterais através da ONU", declarou Frazer.

O Conselho de Segurança da ONU analisará a crise no Zimbábue na próxima terça-feira. Dois de seus membros permanentes, os Estados Unidos e o Reino Unido, aumentaram a pressão sobre o presidente zimbabuano, Robert Mugabe, que está no poder há 28 anos.

Frazer pediu o fim da violência no país africano e assegurou que o líder da oposição, Morgan Tsvangirai, deve ser o novo presidente.

Mugabe e Tsvangirai disputaram as eleições presidenciais no último dia 29 de março, no entanto, os resultados ainda não foram divulgados.

Frazer acaba de realizar uma viagem pela região onde se reuniu com autoridades sul-africanas e com os presidentes da Angola e de Zâmbia para defender a renúncia de Mugabe.

dt/cl/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG