EUA ameaçam Índia com sanções caso faça testes nucleares

Washington, 3 set (EFE).- Os Estados Unidos não venderão tecnologia nuclear à Índia e suspenderão imediatamente o acordo de cooperação nuclear com o país asiático caso Nova Délhi realize um teste nuclear, segundo uma carta enviada ao Congresso pelo Governo americano.

EFE |

A carta foi divulgada na terça-feira pelo presidente do Comitê de Assuntos Exteriores da Câmara de Representantes, o democrata Howard Berman, e publicada hoje pelo jornal "Washington Post".

A carta é publicada um dia antes de os 45 países do Grupo de Provedores de Material Nuclear (NSG) se reunirem em Viena para decidir se suspendem as restrições sobre comércio nuclear a Índia.

Em 1 de agosto, a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) deu seu sinal verde ao acordo de cooperação nuclear entre EUA e Índia, em troca de o país asiático permitir inspeções em suas instalações nucleares civis.

Agora, o acordo depende da aprovação da NSG, uma condição indispensável para que os EUA possam levar o projeto ao Congresso americano.

Os países do NSG têm suas dúvidas sobre o pacto e, em 22 de agosto, concluíram sua reunião em Viena sem ter chegado a um acordo sobre a proposta dos EUA.

Washington pressiona os países do NSG para que não imponham muitas condições à Índia, apesar de Nova Délhi não ter assinado o Tratado de Não-Proliferação Nuclear e haver realizado testes nucleares.

A publicação da carta do Governo ao Congresso pode dificultar ainda mais a aprovação do acordo por parte do NSG, uma vez que evidencia que as condições estabelecidas pelos EUA para o pacto nuclear com a Índia são mais duras que as exigidas aos 45 países do grupo, segundo o "Washington Post". EFE cai/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG